Por que lâmpadas led?

Eficiência e personalização.

A eficiência é indiscutível. Uma lâmpada power led com consumo de 5W ilumina o equivalente a uma lâmpada dicróica com consumo de 50W. Consumo 10 vezes menor para um mesmo resultado, o que significa muita economia em energia. 

A personalização é possível dada a vasta gama de produtos em led. Você encontrará diversas potências, vários ângulos de abertura, variadas conexões e encapsulamentos. Não deixe de visitar nosso guia para escolha de lâmpadas led.

Veja abaixo mais detalhes.



Durabilidade

As lâmpadas led tem uma vida estimada em 25.000 a 50.000 horas. 
No pior caso, isso significaria uma vida útil de 8 anos, se utilizada todos os dias por 8 horas. Convenhamos, é uma vida útil muito boa.

A lâmpada led é durável?

A resposta é sim. Dos produtos atualmente disponíveis no mercado, a tecnologia por leds apresenta a maior durabilidade e a menor taxa de manutenção.

Mas, a lâmpada led dura realmente mais de 8 anos?

A resposta é depende. A lâmpada led possui um circuito eletrônico que regula a intensidade de corrente elétrica que passa através de seu semicondutor, o led. Esse circuito precisa contar um projeto bem calculado e com componentes de boa qualidade para funcionar adequadamente durante todo o ciclo de vida da lâmpada. Esse é o 'Calcanhar de Aquiles' da lâmpada led. 
Por outro lado, a lâmpada led não possui filamento ou gás, como ocorre nas lâmpadas incandescentes, fluorescentes, halógenas e dicróicas. Na lâmpada led, a energia elétrica é convertida em luz através de um semicondutor sólido, o diodo emissor de luz (ou light emmiting diode, em inglês), e dessa forma não há componentes suscetíveis a dilatação ou vazamento. 
Outro ponto a considerar é a irradiação de calor muito baixa. Dessa forma, em teoria, o led poderá funcionar por muito mais que 8 anos.

A venda comercial das lâmpadas led não tem mais do que 4 anos, na prática, principalmente no mercado nacional. Assim, o tempo dirá se os oito anos de durabilidade previstos serão atingidos. Mas o fato é que, sem margem de dúvida, as lâmpadas led já lideram o ranking de durabilidade das lâmpadas.



Baixo índice de aquecimento

Ao contrário dos produtos de iluminação por filamento, a irradiação térmica das lâmpadas led é muito baixo. Existe aquecimento gerado pelo circuito eletrônico e pelos semicondutores, e por isso se explica o bulbo em alumínio em forma de dissipador. Mas esse aquecimento é muito menor do que o encontrado nas lâmpadas a filamento. É possível segurar uma lâmpada led acesa com as mãos sem se queimar.



Economia

As lâmpadas led são ainda mais econômicas do que as eletrônicas. Nesse aspecto, são particularmente o produto mais sustentável. Acabou aquela preocupação com o consumo de energia em ambientes bem iluminados, ou mesmo em ambientes que ficam acesos durante a noite (tais como corredores, garagens, vitrines, etc).

A título de comparação, para uma mesma capacidade luminosa, a lâmpada led chega a ser 10 vezes mais econômica do que uma lâmpada dicróica.
 
Essa economia não se traduz somente na conta de luz. Também pode ser aproveitada durante o projeto de iluminação, estabelecendo fios de cobre com menor bitola nominal, disjuntores com menor 'amperagem', e portanto menor custo.


Variedade

Podem variar de um simples led com miliwats de potência, como em uma luz noturna, até um projetor para jardim com diversos 'power leds'. Possuem diversos formatos, podendo substituir mini-dicróicas, dicróicas, PAR20, PAR30, bulbos incandescentes e fitas. Podem ainda ser encontradas em diversas temperaturas de cor, variando do branco frio (cor da xenon automotiva) ao branco quente (cor da lâmpada dicróica). 
Existe até uma intermediária em termos de cor, a branca natural, ótima para iluminar sem alterar as cores de objetos e pessoas, ideal para salões de beleza e museus, vitrines, quadros, expositores, alimentos e escolas de arte.